Witzel fala sobre propostas para a segurança em encontro com PMs

Para plateia de oficiais e praças, candidato afirmou que, se necessário, faria curso de 'caveira' e entraria em 'caveirão'. Postulante disse, ainda, que se eleito vai declarar guerra contra o crime organizado.

Publicado: quinta-feira , 25 de outubro 2018 12:00

Em compromisso fora da agenda de campanha, o candidato ao governo do Rio pelo PSC, Wilson Witzel, discursou por 30 minutos para oficiais e praças da Polícia Militar Fluminense na sede da associação de oficiais da corporação, no Centro da cidade.

Sob olhares atentos, durante a reunião nesta quarta-feira (24) o candidato desfiou algumas de suas principais propostas para a segurança pública e disse que, se eleito, faria um desfile cívico-militar para comemorar a vitória.

Além disso, Witzel, que é ex-juiz federal, afirmou que caso fosse necessário faria curso do Batalhão de Operações Especiais, o Bope (grupo de elite da PM) e entraria em veículo blindado conhecido como “caveirão”.

“Os senhores vão ter um parceiro. Se precisar… Cadê o André Monteiro [policial do Bope e candidato derrotado no 1º turno ao governo]? Se precisar, eu faço o curso de caveira e entro no caveirão junto”, prometeu Witzel.

O ex-juiz federal também garantiu que, se for governador, decretará “guerra” ao crime organizado a partir da próxima segunda-feira, dia 29. Sobre possíveis mortes decorrentes do conflito, Witzel disse que covas podem ser cavadas e presídios podem ser improvisados em navios.

“Sabemos planejar, sabemos planejar uma guerra. E a partir do dia 29 estará declarada a guerra, mas guerra feita por gente que entende, contra o crime organizado. Tem prazo para acabar essa bandidagem no nosso estado. Não vai faltar lugar para colocar bandido: cova a gente cava, e presídio, se precisar, a gente coloca navio em alto mar”, declarou.

Tratando de economia, Witzel falou que pretende atrair investimentos externos e implantar um modelo econômico que faça com que o RJ receba aportes na área de infraestrutura. Ele criticou empresas nacionais e disse que o objetivo da gestão será recuperar o cofre estadual.

Fonte: G1

PSC nas redes sociais

PSC
  Youtube
  Instagram

Cadastre-se e Acompanhe o dia a dia do PSC