Wilson Witzel (PSC/RJ) apresenta oportunidades do Estado para empresários alemães

Publicado: quinta-feira , 07 de março 2019 10:15

O governador Wilson Witzel participou, nesta quarta-feira (6/3), em Berlim, na Alemanha, de mesa-redonda com representantes de empresas de diversos setores, como óleo e gás, energia, agronegócio, automóveis, construção e tecnologia. O evento, o primeiro da agenda da comitiva do governo do estado no país, foi promovido pela Confederação Alemã das Câmaras de Indústria e Comércio (DIHK).

No encontro, o governador destacou o esforço do Governo do Estado no combate à corrupção e à violência, que tanto afetam a economia do estado.

– Essa nova gestão está 100% comprometida com o resgate da ética, da transparência, da segurança jurídica para que investidores internacionais tenham no Rio de Janeiro um ambiente propício para desenvolver seus projetos.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego, Lucas Tristão, explicou medidas que estão sendo tomadas para desburocratizar os sistemas de importação e exportação e apresentou um panorama do andamento dos grandes empreendimentos já iniciado no estado, como o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Complerj), o Porto do Açu e a construção de Angra 3.

– Pretendemos tornar o Rio de Janeiro o grande hub de gás das Américas. Com isso, acrescido da finalização das obras de Angra 3, estimamos saltar de sétimo para o primeiro parque energético do país. Além disso, a retomada das obras do Comperj e as concessões dos campos maduros de petróleo significam não apenas o avanço do protagonismo do Rio de Janeiro na indústria petrolífera, mas a reinvenção do próprio segmento. Já a ZPE do Porto do Açu atrairá enormes investimentos ao mesmo tempo em que concede benefícios ímpares em uma região estratégica para os industriais – detalhou.

O chefe do Departamento das Américas da DIHK, Mark Heinzel, que mediou a mesa-redonda, elogiou o empenho da comitiva em mostrar ações concretas para aumentar os investimentos no Rio de Janeiro.

– O Brasil sempre foi um país caro e com problemas de mão de obra qualificada, falta de infraestrutura e corrupção. São temas que não se solucionam num só dia, mas esperamos que o país finalmente comece a resolver esses problemas. É muito importante que o Brasil venha para a Alemanha para reestabelecer a confiança dos investidores, que foi sendo perdida nos últimos anos. O Rio é o segundo mais industrializado do Brasil e também é importante para a economia da Alemanha e paratoda a América Latina – disse Heinzel.

Além do secretário Lucas Tristão, acompanharam o governador o secretário de Turismo, Otávio Leite, e o presidente da Codin, Fábio Galvão.

Reuniões sobre segurança, mobilidade e logística


Nesta quinta-feira (7/3), a agenda segue com reuniões com dirigentes do grupo empresarial Siemens e do Banco de Desenvolvimento da Alemanha (KfW) sobre projetos de energia, óleo e gás e soluções de segurança para Cidades Inteligentes (Smart Cities). Em seguida, o governador irá à sede da Deutsche Bahn, empresa de transporte ferroviário, para conhecer projetos de mobilidade urbana e de logística. Depois, Witzel terá encontros com diretores da Wintershall, subsidiária de óleo e gás da Basf, e da Volkswagen Caminhões e Ônibus da América Latina.

 

 

 

Fonte: Governo do Rio de Janeiro

PSC nas redes sociais

PSC
  Youtube
  Instagram

Cadastre-se e Acompanhe o dia a dia do PSC