Wilson Lima defende corte de gastos para estabilidade do Estado

Publicado: segunda-feira , 05 de novembro 2018 12:54

 

“Precisamos fechar as torneiras, para que o recurso público não vá pelo ralo”, disse em entrevista exclusiva ao Em Tempo

A pouco menos de um mês para tomar posse como governador do Estado, Wilson Lima (PSC) disse ao EM TEMPO que já começou a se articular em Brasília (DF) a fim de conseguir recursos do governo federal para o Amazonas, e que avalia fundir e extinguir secretarias. O mais novo chefe do executivo estadual detalhou, também, como funcionará o processo seletivo que irá realizar para escolher seus secretários.

EM TEMPO – Na sua avaliação, qual será o maior desafio econômico a ser superado no início de sua gestão?
WL – Nosso maior desafio será proteger a Zona Franca de Manaus. Pretendemos diversificar o modelo de investimento em outras atividades econômicas e incentivar a criação de outras matrizes. O Amazonas não pode ser dependente de um só modelo econômico, temos potencial muito grande para atingir outros mercados.

EM TEMPO – Já avaliou a possibilidade de extinguir secretarias?
WL – A gente está fazendo um levantamento sobre extinguir, caso seja constatado que há excesso de gastos. Precisamos fechar as torneiras, para que o recurso público não vá pelo ralo. Há um desequilíbrio, algumas pastas estão inchadas, enquanto em outras há deficiências, como a segurança pública, em especial os bombeiros e as polícias. Dentro desta perspectiva, precisamos saber como está o Estado e as finanças e pastas como a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) e a Segurança Pública (SSP). A partir do dia primeiro de janeiro, todos estes serviços terão continuidade e, quando eles são valorizados, a população, na outra ponta, sente a melhoria. Neste momento, as atenções estão voltadas para os agendamentos de matrículas e rematrículas da rede estadual de ensino.

 

EM TEMPO – Como vai funcionar o processo seletivo que o senhor irá fazer para escolher seus secretários?
WL – Este processo seletivo vai escolher pessoas qualificadas para ocupar os cargos no governo, com comprometimento para as mudanças no estado do Amazonas. Nossa equipe de transição terá a responsabilidade de escolher estes nomes após a seleção. No momento, estamos entrando em contato com responsáveis por entidades, setores produtivos, para nos darem sugestões de pessoas competentes, para desempenhar determinadas funções. Não temos interesse em agradar partidos ou grupos econômicos. Vamos dar preferência para quem conhece a nossa realidade. Entendemos, no entanto, que precisamos trazer para o Estado pessoas com conhecimentos, que deram certo em outros Estados e países.

EM TEMPO – O senhor já articulou como trará recursos de Brasília para o Amazonas?
WL – Estou conversando com muita gente, várias instituições do Amazonas que possuem ligações com outros Estados, com interesses similares. Já recebi ligações de alguns deputados federais, senadores e lideranças do PSC em Brasília. A bancada de lá já se colocou à disposição em benefício do Estado. Além disso, já comecei a falar com alguns governadores, para firmarmos os interesses em comum. Vou conversar, inclusive, com o governador Amazonino Mendes. Vou ouvi-lo e o que ele puder contribuir com orientações e dicas, com toda experiência que ele teve, eu aceitarei. Nossas assessorias até já se comunicaram. Ainda não fui à sede do governo, mas pretendo ir lá.

EM TEMPO – O senhor pretende dar sequência a programas iniciados no governo tampão de Amazonino Mendes, como a consultoria de segurança pública com o ex-prefeito de Nova Iorque Rudolph Giuliani?
WL – Vamos dar continuidade nos projetos já pagos, e a consultoria do Giuliani é uma deles. Não vou ignorar esta contribuição. No entanto, a entrega de implementos agrícolas para os produtores rurais, eu preciso avaliar primeiro para onde seriam entregues estes equipamentos e a quem vai ajudar.

 

Matéria publicada no Em Tempo

PSC nas redes sociais

PSC
  Youtube
  Instagram

Cadastre-se e Acompanhe o dia a dia do PSC