Vereador do PSC apresenta projetos de leis voltados para a educação e a família

Publicado: sexta-feira , 17 de março 2017 12:04
Autor: PSC-SP

Insta_Vereador_ClaytonO vereador de Limeira (SP) Clayton Silva (PSC) quer instituir a Semana da Família no calendário oficial da cidade. De acordo com o projeto de lei 18/2017, a data seria comemorada na última semana de outubro. Segundo Silva, o intuito é incentivar órgãos públicos e privados, além da sociedade geral, a buscarem soluções para as maiores mudanças que têm alterado a estrutura da família atualmente. “O que motiva esse projeto é a decadência e a falta de valorização da instituição ‘Família’, que enquanto base para todos os seres humanos é responsável pela formação do cidadão”, afirma.

Outro projeto apresentado pelo vereador cria o “Empresa Amiga da Escola”. O PL 40/2017 cria mecanismos de incentivo para as empresas que contribuírem com a melhoria da qualidade do ensino na rede pública municipal. A matéria regulamenta a divulgação dessas ações para fins promocionais e marketing. “Quero incentivar o empreendedorismo social, ou seja, aquele em que a empresa busca mostrar à sociedade quais são os benefícios que ela traz ao seu entorno”, esclarece. Ele afirma que, muitas vezes, as empresas encontram entraves pela falta de uma regulamentação que permita a divulgação dessas ações.

EDUCAÇÃO

O vereador do PSC também se reuniu com o secretário municipal de Educação, André Luiz Francesco, para buscar informações sobre a situação da rede de ensino de Limeira. Vagas em creches, ano letivo, orçamento anual para 2017 na área de educação e programa Bolsa Creche foram alguns dos assuntos tratados na reunião. O vereador tem atuado na melhoria da educação do município e esse encontro permitiu ao parlamentar conhecer a estrutura educacional da cidade e os problemas oriundos da antiga administração.

Ele ainda aproveitou o encontro para propor ao secretário de Educação a criação de um disque-denúncia que atenda casos de violência contra crianças e adolescentes da rede municipal de ensino, como bullying e abuso sexual. “Há ações que fogem da competência do Legislativo. Nesses casos, cabe a nós vereadores levarmos as propostas ao Executivo, para que as secretarias de competência adotem ações que resolvam as questões apresentadas”, explica.

PSC nas redes sociais

PSC
  Youtube
  Instagram

Cadastre-se e Acompanhe o dia a dia do PSC