Secretário Juarez Fialho defende renovação na política e aposta no crescimento do PSC nas eleições de 2020

Publicado: sexta-feira , 27 de setembro 2019 11:18

Aos 34 anos, o consultor financeiro e auditor Juarez Fialho assumiu a Secretaria de Cidades do Estado do Rio de Janeiro, criada pelo governador Wilson Witzel, em janeiro de 2019. Novato na política e com uma sólida carreira construída na iniciativa privada, Juarez trabalhou em grandes empresas de auditoria e foi responsável por importantes projetos de captação de recursos e de modernização da gestão em várias cidades brasileiras. Nesta entrevista, Juarez Fialho defendeu a renovação no cenário político, com abertura para novos nomes, e disse estar confiante no crescimento do PSC com a eleição de um grande número de vereadores e prefeitos nas eleições de outubro do ano que vem.

Foto: Divulgação

No início do ano, o senhor assumiu a Secretaria das Cidades do Estado do Rio de Janeiro. Como sua experiência na iniciativa privada contribui na administração pública?

Construí minha carreira como consultor financeiro e auditor independente. Neste setor, tive a oportunidade de trabalhar em grandes empresas de auditoria. Como diretor, liderei projetos importantes de captação de recursos e de modernização da gestão em municípios de diversos estados do Brasil. Essa experiência me possibilitou entender de perto os desafios da gestão estratégica. Por isso, carrego como marca do meu trabalho um olhar inovador sob a máquina pública.

Quais as metas e principais objetivos da sua secretaria?

A Secretaria de Estado das Cidades foi criada pelo governador Wilson Witzel e tem como objetivo fortalecer os municípios por meio de ações de capacitação e apoio técnico às prefeituras. A ideia é auxiliar as equipes locais na execução de projetos e programas nas áreas de habitação e desenvolvimento regional. Queremos cumprir nosso papel e apoiar os municípios, auxiliando as prefeituras e interiorizando o governo do Estado. Vamos garantir o acesso das 92 cidades fluminenses aos equipamentos e políticas públicas estaduais e, assim, construir um Rio de Janeiro cada vez mais forte e integrado.

Quando a política entrou em sua vida? E por que o senhor se filiou ao PSC?

Minha trajetória na política é bem recente. Aceitei a missão dada pelo governador Wilson Witzel e tem sido um grande aprendizado estar à frente de uma secretaria de Estado. Escolhi o PSC para me filiar por acreditar na ideologia e por ter valores cristãos que regem minha vida. Estou muito feliz por estar conseguindo ajudar pessoas com meu trabalho na secretaria.

O senhor é membro da Executiva Nacional do PSC? Quais são as perspectivas para as eleições municipais?

Sou tesoureiro nacional do PSC, e também presidente do diretório municipal de Niterói. Acredito que o nosso povo quer mudanças e renovação e essa é a nossa oportunidade de fazer a diferença e de colocar novos nomes na política. Em 2020, esperamos eleger um grande número de vereadores e prefeitos por todo Brasil. Dessa forma, vamos ajudar a modificar a velha cultura política e incentivar as pessoas de bem a acreditar e a participar desse processo.

Na sua avaliação, o que o PSC oferece de diferencial no cenário político brasileiro?

O diferencial do PSC são os valores e a ideologia cristã, que não segregam, não excluem nem discriminam ninguém. Somos um partido ficha limpa e acreditamos na valorização do ser humano. Temos pessoas preparadas e qualificadas nos nossos quadros de filiados que são capazes de ajudar a mudar o cenário da política brasileira. Vocês podem ver isso pelos dois governadores eleitos pelo PSC. No Rio de Janeiro, temos o Wilson Witzel e, no Amazonas, o Wilson Lima. Os dois têm se saído muito bem na função. Essa é a prova que renovar é preciso e que podemos fazer a diferença.

PSC nas redes sociais

PSC
  Youtube
  Instagram

Cadastre-se e Acompanhe o dia a dia do PSC