Reforma da Previdência começa a dar sinais de força

Publicado: quarta-feira , 03 de julho 2019 11:29

O deputado federal Paulo Eduardo Martins (PSC-PR) comemora os resultados de uma semana emblemática, em Brasília. Depois de um início com a repercussão das manifestações de apoio às reformas e à Operação Lava-Jato em todo o país, a Reforma da Previdência vai ganhando corpo no Congresso.

Nesta terça-feira (02/07), o texto do relator Samuel Moreira (PSDB-SP) foi apresentado na Comissão Especial da Câmara, mesmo com a tentativa da oposição de barrar o voto complementar do relator e travar o andamento da Reforma. Para o deputado Paulo Eduardo Martins, foi uma vitória: “É preciso se atentar ao que está ocorrendo.

Mesmo com toda a estratégia da oposição de parar o país, ganhamos a primeira votação por 32 a 13. Uma goleada. E pode ser um bom termômetro para as próximas etapas”.Apesar de estados e municípios terem ficado de fora, a nova reforma prevê a redução de gastos na casa de um trilhão de reais em dez anos. O relatório apresentado nesta terça-feira (02/07) deve ir à votação na Comissão Mista hoje ou amanhã. A comissão tem 49 integrantes e são necessários 25 votos para que seja aprovado. Depois disso, o relatório ainda precisa passar pela votação nos Plenários da Câmara e do Senado.

O presidente do PSC no Paraná também destaca outros eventos importantes das últimas horas, como o depoimento do ex-ministro petista Antonio Palocci na CPI do BNDES e a fala do Ministro Ségio Moro na Câmara Federal: “O Palocci confirmou que o Lula tinha participação decisiva em esquema de empréstimos para a Odebrecht e o Moro, novamente, deu um show de credibilidade e responsabilidade, deixando claro que a cadeia de provas para colocar corruptos na cadeia foi irretocável”. Para concluir, Paulo Eduardo Martins declarou: “A batalha é diária e os  sabotadores do Brasil usam armas pesadas, mas a gente segue firme para fazer o país dar certo”.

PSC nas redes sociais

PSC
  Youtube
  Instagram

Cadastre-se e Acompanhe o dia a dia do PSC