União foi a palavra de ordem do evento do PSC Mulher na Câmara dos Deputados

Publicado: quinta-feira , 08 de agosto 2019 18:56

A presidente nacional do PSC Mulher, Denise Assumpção, responsável pela realização da mesa redonda “Mulheres na Política”, com 27 anos de trabalho no Congresso, chegou a conclusão que é muito difícil engajar pessoas na política – homens e mulheres – principalmente, quando se chega em locais onde as pessoas estão apenas lutando para sobreviver.

“Às vezes, você chega pra falar de política, mas a pessoa tá lá preocupada porque não tem o que comer. Precisamos mudar o nosso olhar, só vamos conseguir despertar o interesse genuíno das pessoas pela política com união, com empatia para entender o momento de cada um”, afirmou.

A deputada federal eleita Bia Kicis (PRP/DF) foi além. Para ela, união é preciso, deixar para trás a cultura de que mulher não confia em mulher, e sair da zona de conforto. “Política é como uma TV sem controle remoto. Se você não levantar pra mudar o canal, vai ver o que não quer”. Kicis contou que incomodou muito parlamentar levando projetos de iniciativa popular para eles encamparem.

Em uma reunião do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a presidente do MDB/DF e futura secretária da Secretaria da Mulher do DF, Ericka Filippelli, disse ter sido alertada de que o crescimento econômico da América Latina está nas mãos da mulheres, e os governos devem ser sensibilizados para que elas sejam inseridas no mercado formal de trabalho.

 

PSC nas redes sociais

PSC
  Youtube
  Instagram

Cadastre-se e Acompanhe o dia a dia do PSC