Pedro Chaves preside sessão em homenagem ao centenário de Manoel de Barros

Publicado: segunda-feira , 13 de março 2017 19:23
Autor: Aryana Aragão/ASCOM PSC Nacional
Foto: Fernando Chaves/PSC Nacional

Sen. Pedro Chaves (PSC-MS) preside sessão

A pedido do senador Pedro Chaves (PSC-MS), foi comemorado, no plenário do Senado, o centenário do poeta matogrossense Manoel de Barros. Pertencente a uma geração muito fértil da literatura brasileira, a de 1945, Barros deixou 28 obras, dentre elas, algumas voltadas para crianças.

Entre as obras do poeta, o senador Pedro Chaves destacou o “Livro sobre o Nada”, no qual o autor afirma que “o nada é maior que o todo” e faz com que essa frase tome sentido na vida real. “Para entender Manoel de Barros não é difícil: tem que conhecer a natureza e ter sensibilidade”, afirmou Chaves.

Para além da obra do homenageado, os pronunciamentos chamaram a atenção também para a necessidade de maior estímulo à leitura entre os brasileiros e um modelo de alfabetização que desperte o prazer de ler nos alunos.

“Como escreveu Manoel de Barros: “Palavra poética tem que chegar ao grau de brinquedo para ser séria”, ou seja, precisa dar prazer, precisa ser divertida, e a escola deve proporcionar isso”, avaliou a professora Regina Assis, representante do ministro da Educação, Mendonça Filho.

Como uma forma de incentivar a leitura, a Fundação Manoel de Barros leva os jovens para dentro da instituição e promove concursos de redação, como explicou o vice-presidente Marcos Henrique Marques. “Eles só podem participar da competição depois de uma ampla pesquisa de grandes obras”.

PSC nas redes sociais

PSC
  Youtube
  Instagram

Cadastre-se e Acompanhe o dia a dia do PSC