Contra a legalização de drogas

Preocupados com o bem-estar das famílias e com o avanço da violência, o PSC percebeu que era preciso abraçar a luta contra a legalização da maconha e de outras drogas. Quem acredita que a descriminalização resolverá alguns dos problemas do país, como a violência gerada pelo tráfico, não conhece a realidade de fato.

drogas

Com a legalização, o traficante não abrirá um estabelecimento registrado e começará a pagar impostos para vender seu produto sob a fiscalização do estado. Na verdade, iremos criar mais formas de acesso às drogas, pois o dependente poderá comprar tanto no vendedor “ambulante” quanto no estabelecimento registrado.

Uma pergunta que deixamos para reflexão: de onde virá o dinheiro para comprar a quantidade de drogas que alimenta um vício incontrolável?

Em 2015, o Supremo Tribunal Federal começou a julgar uma ação sobre a descriminalização do porte de maconha no país. Após três ministros terem decidido a favor do porte, o PSC elaborou um manifesto contra a descriminalização da maconha e de outras drogas. O documento foi lido no Plenário da Câmara e entregue ao ministro Gilmar Mendes, relator da ação em questão no STF. O julgamento encontra-se suspenso pelo pedido de vista do ministro Teori Zavascki.

Leia o manifesto contra a maconha

PSC nas redes sociais

PSC
  Youtube
  Instagram

Cadastre-se e Acompanhe o dia a dia do PSC