Furnas investirá R$ 850 mi em complexo eólico no CE

O Complexo Eólico Fortim tem expectativa de gerar 450 empregos diretos e 1.800 indiretos para a região

Publicado: sexta-feira , 23 de fevereiro 2018 11:24
Autor: Adece

 O Ceará contará com um novo complexo de energia eólica instalado no Litoral Leste do Estado previsto para operar no final de 2019. O empreendimento da companha de energia Furnas, da Eletrobras, terá investimento de aproximadamente R$ 850 milhões de será implantado no município de Fortim, distante 134 quilômetros de Fortaleza.

Segundo a presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), Nicolle Barbosa (PSC -CE), o Complexo Eólico Fortim tem expectativa de gerar 450 empregos diretos e 1.800 indiretos para a região. “Estamos acompanhando o projeto que conta com incentivos do Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva Geradora de Energia Eólica (Proeólica), do Governo do Ceará. O empreendimento será de extrema importância para o desenvolvimento da região”, comenta.

Com potência nominal de 115,2 megawatts, o complexo eólico contará com cinco parques (Jandaia, Jandaia I, São Januário, São Clemente e Nossa Senhora de Fátima) e terá capacidade para abastecer aproximadamente 174 mil famílias com energia elétrica de baixo custo. Anualmente, as usinas deverão gerar 417,8 milhões de quilowatt-hora (kWh).

Por meio da linha de transmissão Jandaia – Russas II, o circuito atravessará os municípios de Fortim, Aracati, Jaguaruana, Itaiçaba, Palhano e Russas.

O processo de licitação para a compra de aerogeradores foi aberto. De acordo com o diretor administrativo financeiro da Furnas, Clecio Ramalho, aproximadamente 60 máquinas devem compor o complexo.

“O Ceará vem se destacando no Brasil como um estado com ventos constantes. O segundo ponto é a facilidade e a forma como o Governo do Estado e a Prefeitura de Fortim têm nos tratado. Isso tem sido um diferencial para uma empresa desse porte. Por último, destaco a facilidade de acesso pela CE-040, que foi duplicada, melhorando o transporte dos aerogeradores”, explica Ramalho sobre a escolha pelo município de Fortim para a instalação do complexo.

Estudos nortearão investidores

A Adece e a Secretaria-adjunta de Energia, Mineração e Telecomunicações da Secretaria da Infraestrutura do Ceará (Seinfra) assinaram, na última sexta-feira (9), um termo de referência para a contratação dos serviços dos estudos “Balanço energético” e “Expansão da infraestrutura elétrica” no Ceará.

O BalançoEnergético será uma fonte de dados para a elaboração de planos e programas das políticas públicas de energia do Estado do Ceará. O estudo terá ênfase na oferta e na demanda de energia do território cearense e contará com aporte de aproximadamente R$ 129 mil financiados pela Adece.

Já o estudo da Expansão da Infraestrutura Elétrica analisará, dentre outros pontos, a capacidade das linhas de transmissão e de subtransmissão existentes no Estado e custará R$ 124,7 mil financiados também pela Agência.

Estiveram presentes na assinatura do termo de referência a presidente da Adece, Nicolle Barbosa; o secretário-adjunto de Energia, Mineração e Telecomunicações, Renato Rolim; o presidente da Câmara Setorial de Energias Renováveis (CS Renováveis), Jurandir Picanço; o presidente do Sindienergia, Benildo Aguiar; e o diretor de Infraestrutura da Adece, Eduardo Neves.

PSC nas redes sociais

PSC
  Youtube
  Instagram

Cadastre-se e Acompanhe o dia a dia do PSC